Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Má que jête?

Este mundo tá passado dos carretos ´moss!

Má que jête?

Este mundo tá passado dos carretos ´moss!

21
Jan14

Genial... simplesmente genial...

Susana

Que dizer de um filme feito com tamanha entrega, tanto realismo feito com a dor crua de quem quer transpor todos os limites para mostrar a nós, espectador, que na indústria do cinema ainda é possível surpreender,  chegar mais longe, uma palavra me ocorre, genial, simplesmente genial. 

Falo aqui de um dos melhores filmes que vi, Dallas Buyers Club,  filme que tem vindo a colecionar prémios pelo mundo inteiro e é um sério candidato a vários Óscares,  neste filme vemos um excelente argumento protagonizado por actores que só podem ser de outro mundo pois o que deram às suas personagens ultrapassou tudo aquilo a que estamos habituados. 

Matthew Mcconaughey e Jared Leto entregaram a este filme o corpo a alma o sangue e suor, no total os dois actores perderam mais de 40 quilos para dar vida às suas personagens,  ali não houve efeitos especiais ou maquilhagem com máscaras de borracha, ali foi a cru, mais real era impossível. 

O filme passa-se numa época em que a sida era ainda uma doença nova,  pouco estudada e muito associada à homossexualidade,  a descriminação proveniente do pouco conhecimento era usual.

A personagem de Matthew ( Ron Woodroof) doente com SIDA mergulha numa batalha contra uma grande farmacêutica depois de descobrir que o medicamento por eles usado era tóxico nada fazendo para ajudar a abrandar a doença, ele acaba por embarcar no negócio de tráfico de medicamentos não aprovados vindos do México mas que começaram a ter efeitos muito positivos no tratamento da doença. 

No meio desta luta nasce também uma amizade improvável é aí entra Jared Leto (Rayon) um homossexual também doente que vai tocar o coração do homofóbico Ron e o ajuda no negócio dos medicamentos. 

As interpetações são espectaculares e que me desculpem todos os outros actores mas para mim os óscares de melhor actor principal e secundário era a eles entregues sem pensar duas vezes. 

Por agora apenas digo para verem o filme é digam de vossa justiça, para mim é o vencedor. 

 

 O Matthew a que estamos habituados

 

 

 

 

 O Matthew como Ron irreconhecível mas genial. 

 

 Jared Leto como o estamos habituados a ver, e ouvir no 30 Seconds to Mars.

 

 E aqui no filme também irreconhecível. 

 

 

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me por aqui

Goodreads

Blogs de Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

  •  
  • Facebook

    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D