Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Má que jête?

Este mundo tá passado dos carretos ´moss!

Má que jête?

Este mundo tá passado dos carretos ´moss!

13
Fev14

Confissão

Susana

Hoje venho aqui fazer uma confissão, algo que me acompanha há muitos anos mas que é muito mal compreendido pela maioria, sim eu tenho depressão há uns largos anos e esta c#!/)@£ não me larga.

Já há uns tempos tinha deixado aqui este vídeo, foi tipo uma mensagem para ver se aqueles que me são mais próximos (e não só) entendem um pouco melhor o que é passar por isto, não lhes estou a chamar de burros ou insensíveis mas o que sinto é que tirando quem passa por isto são muito poucos os que entendem a 100% coisa que me irrita, a sério! será assim tão difícil?

Ora bem aqui vai mais uma explicação assim como quase a fazer um desenho, lá ver se é desta, deixo-vos aqui a definição segundo o portal da saúde que é bastante elucidativa:

 

O que é a depressão?

A depressão é uma doença mental que se caracteriza por tristeza mais marcada ou prolongada, perda de interesse por actividades habitualmente sentidas como agradáveis e perda de energia ou cansaço fácil.

Ter sentimentos depressivos é comum, sobretudo após experiências ou situações que nos afectam de forma negativa. No entanto, se os sintomas se agravam e perduram por mais de duas semanas consecutivas, convém começar a pensar em procurar ajuda.

A depressão pode afectar pessoas de todas as idades, desde a infância à terceira idade, e se não for tratada, pode conduzir ao suicídio, uma consequência frequente da depressão. Estima-se que esta doença esteja associada à perda de 850 mil vidas por ano, mais de 1200 mortes em Portugal.

A depressão pode ser episódica, recorrente ou crónica, e conduz à diminuição substancial da capacidade do indivíduo em assegurar as suas responsabilidades do dia-a-dia. A depressão pode durar de alguns meses a alguns anos. Contudo, em cerca de 20 por cento dos casos torna-se uma doença crónica sem remissão. Estes casos devem-se, fundamentalmente, à falta de tratamento adequado.(fui diagnosticada muito depois de ter apresentado os primeiros sintomas).

A depressão é mais comum nas mulheres do que nos homens: um estudo realizado pela Organização Mundial de Saúde, em 2000, mostrou que a prevalência de episódios de depressão unipolar é de 1,9 por cento nos homens e de 3,2 por cento nas mulheres.

 

 

Quais são os sintomas da depressão?

A depressão diferencia-se das normais mudanças de humor pela gravidade e permanência dos sintomas. Está associada, muitas vezes, a ansiedade e/ou pânico.

Os sintomas mais comuns são:

  • Modificação do apetite (falta ou excesso de apetite);
  • Perturbações do sono (sonolência ou insónia);
  • Fadiga, cansaço e perda de energia;
  • Sentimentos de inutilidade, de falta de confiança e de auto-estima, sentimentos de culpa e sentimento de incapacidade;
  • Falta ou alterações da concentração;
  • Preocupação com o sentido da vida e com a morte;
  • Desinteresse, apatia e tristeza;
  • Alterações do desejo sexual;
  • Irritabilidade;
  • Manifestação de sintomas físicos, como dor muscular, dor abdominal, enjoo.

Agora imaginem isto tudo junto, querer falar e não conseguir, querer explicar e não ter palavras, todos os pontos acima mencionados são sentidos, não são coisas imaginadas, não é maluqueira, não é algo que só os desocupados têm, não é algo que passe com força de vontade, às vezes um abraço faz mais por nós do que mil palavras...e hoje isso fazia tanta falta...

Já tive vergonha de o admitir mas agora digo-o abertamente tenho depressão, sou acompanhada por uma psicóloga, sou medicada e também tenho plena consciência que devido a ter andado tantos anos à deriva que vou ter o raio desta companhia sempre presente na minha vida, uns dias melhor outros nem por isso.

Demorei a saber o que tinha, procurei ajuda sozinha,nunca ninguém me guiou em nada, agora sei, comecei assim ainda criança, tenho agora 35 anos...

 

 

 

5 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me por aqui

Goodreads

Blogs de Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

  •  
  • Facebook

    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D