Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Má que jête?

Este mundo tá passado dos carretos ´moss!

Má que jête?

Este mundo tá passado dos carretos ´moss!

02
Dez13

A dor de perder a nossa casa

Susana

Escrevo hoje com o coração a doer, não, não perdi a minha casa mas alguém que amo muito perdeu e não consigo imaginar a tristeza que tudo isso causa ainda mais sabendo que ela não teve culpa de nada.

Nos dias que correm é cada vez mais frequente as pessoas deixarem de pagar as suas prestações sendo os fiadores chamados a pagar a divida, neste caso tudo correu mal e pode-se mesmo dizer que para ter família assim mais vale não ter. Construir uma casa no terreno dos pais antes das partilhas na boa fé que eles não vão faltar com a palavra é algo que muitos de nós faria afinal são família, são os pais, errado, tão errado, chamados a pagar uma divida ignoraram até à última, ignoraram até já ser impossível salvar a propriedade, ignoraram até um papel na porta que informava o dia da venda e ela, a filha sem saber de nada, a casa que construiu com as próprias mãos, onde viveu 15 anos já não era dela e ela sem saber.

É triste, tão triste que dói, 3 casas com terreno envolvente vendidas por meia dúzia de tostões, quem comprou pede agora uma fortuna impossível para ela, quem comprou faz disto modo de vida e recusa-se a baixar, ali só o lucro interessa, a vida das pessoas não interessa, a historia, nada.

Ela desde que soube de tudo lutou sem parar, procurou saídas, pagou a advogados, pediu empréstimos ao banco (que foi recusado) mas era já tarde demais, este fim de semana tirou tudo de casa já lá só tem a cama, dia cinco deixa a casa para sempre, deixa uma história, uma vida para se lançar num futuro incerto, uma vida estável substituída por um ponto de interrogação.

Ontem manda-me uma mensagem que dizia "que tristeza tão grande" e o meu coração encolheu, apertou tanto até me fazer chorar, custa não poder fazer nada, custa não estar lá a abraça-la, tenho o meu amor para lhe oferecer nada mais apenas isso...

 

Ps. Tem sido esta a verdadeira razão da minha ausência, às vezes a tristeza tira-nos a vontade de tudo.

3 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me por aqui

Goodreads

Blogs de Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

  •  
  • Facebook

    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D