Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Má que jête?

Este mundo tá passado dos carretos ´moss!

Má que jête?

Este mundo tá passado dos carretos ´moss!

27
Mar14

Ainda sobre a Eurovisão...com barba...

Susana

Pois é ontem à noite passei algum tempo a ver as canções concorrentes ao festival de Eurovisão de alguns países concorrentes e isso apenas me fez sentir mais vergonha pela concorrente portuguesa, not a chance! As que vi/ouvi são de alto nível, musicas bonitas, digo mesmo que era capaz de comprar essas músicas e ouvir vezes sem conta.

Gostei muito da polémica Conchita Wurst a polémica concorrente da Áustria, é que nem quero saber se é uma mulher com barba, por mim até poderia ser um homem com mamas, a música é bonita, a voz excelente e isso é que conta tudo o resto é conversa.

Vi também Itália, Espanha e adorei mesmoooo a Suécia.

Perante prestações destas resta-me dizer à representante de Portugal para poupar uma viagem e não voar até Copenhaga, é melhor sim.

 

Conchita Wurst Áustria

 

 

Sanna Nielsen Suécia

25
Mar14

O principio do fim

Susana

Talvez já muitas vezes tenha pensado nisso, muitas vezes desejei trilhar diferentes caminhos, diferentes futuros e talvez em todas essas vezes a coragem me tenha faltado, o medo tenha levado a melhor.

Nunca gostei de mudanças, sempre fugi, fugi e as escondi dentro de um baú interior fechado a sete chaves dentro de mim, tão fechado que chegou a prejudicar-me, um prejudicar consciente sempre com a minha permissão.

As mudanças causam-me angústia, uma angústia talvez causada por uma dor passada, tão intensa que me paralisa até hoje, não é desculpa pois não mas a verdade é que cá dentro o passado ainda condiciona o meu presente, o meu futuro, por isso deixo-me ficar, por isso deixo passar o tempo como quem deixa passar areia por entre os dedos.

Tudo me foge, até eu fujo de mim, de agir, de andar para a frente, de decidir e de arriscar, fujo com medo do medo, com medo do futuro, fecho os olhos à luz e deixo-me viver no escuro e há tantos anos que nele vivo...

Esta angústia mata e apesar de muitos pensarem que basta pensar positivo, que basta ter força de vontade que tudo se resolve a realidade é bem mais dura que isso, é preciso ajuda, são precisas palavras...são precisos abraços...

Mudar pode ser bom sim senhor (repito isto a mim imensas vezes) mas e chegar lá?! os nó dos dedos chegam a ficar roxos da força que faço sem dar por isso tentando contrariar o medo, é difícil, tão difícil.

Hoje uma mudança chegou, uma da qual não vou poder fugir, uma mudança daquelas grandes, daquelas que me faz hiperventilar de ansiedade, hoje iniciou-se o fim de algo que já dura há uns dez anos e apesar de eu saber que não ia durar para sempre lá no fundo não estava preparada, lá no fundo tinha esperança que fosse diferente, que a raiz não fosse arrancada de forma tão triste.

O meu vinculo com o sitio onde trabalho é profundo, a história é longa e dela nasceu muito de bom e também mau, dei muito de mim, dei mais que muita gente dá nos seus empregos porque também dei a minha amizade, porque me entreguei e deixei que aquele sítio se tornasse parte de mim, deixei que se entranhasse em mim ficando fechado no tal baú, instalei-me, acomodei-me mas mais importante de tudo apaixonei-me pela minha profissão e ali pude crescer muito mais do que pensei algum dia crescer.

O contacto com as pessoas, doentes, o facto deles se entregarem às nossas mãos para os tratarmos é algo indescritível, as amizades que se constroem, o sentimento de dever cumprido é maravilhoso, ver alguém dizer que está melhor graças a nós faz tudo valer a pena.

Talvez no meio de tudo isto aquilo que me vai doer mais é deixar de partilhar as oito horas diárias com a pessoa com quem trabalho, a minha colega é muito mais que isso é também minha família, é também parte de mim, alguém com quem posso contar, uma amizade que cresceu ao ponto de bastar um olhar para uma saber o que pensa a outra. Tudo nela me vai fazer falta as nossas brincadeiras, as piadas parvas que no meio das crises sempre nos faziam rir, vou sentir muita falta dela me dar na cabeça por causa de asneiras que muitas vezes faço, vou sentir muita falta das nossas conversas...vou sentir muita falta dela.

Hoje precisava de escrever este texto pois esta mudança vai mudar tudo e vai fazer com que volte às minhas origens, vou ficar mais perto de quem amo muito, também mais longe de alguém que também amo muito mas apesar da a distância aumentar vamos lutar para nada mudar.

Já me alonguei demais hoje...acredito (forço-me a acreditar) que esta mudança será pelo melhor, vai-me fazer crescer novamente...

 

19
Mar14

Ao hospital do Barlavento Algarvio

Susana

Não querendo ser chata até porque já me salvaram a vida uma vez, passei aí quase um mês, foram dias difíceis e não me apetece nada voltar mas a verdade é que estou em lista de espera para uma cirurgia ao joelho, joelho este que me dói cada vez mais (especialmente hoje) por isso gostava que me chamassem para tratar logo isto.

Eu até sou paciente mas já lá vão 6 meses à espera, pelo que sei até é bastante simples e eu não irei dar tanto trabalho como da última vez, pretendo deixar-vos o mais rapidamente possível.

Muito agradecida pela atenção.

19
Mar14

Pai

Susana

Faz hoje um ano que escrevi este post, hoje é dia do pai, um dia de homenagem a todos os pais, a todos os nossos hérois e o meu é um grande héroi, o melhor de todos, porque é meu, ou melhor nosso porque somos duas mulheres que a ele tudo devemos e palavras são sempre poucas para o mostrar.

Repito hoje aqui o quanto o amo mas não é o dia de hoje que faz alguma diferença porque dia do pai são todos os dias, todas as horas e todos os segundos.

 

17
Mar14

Mas o que é isto?!

Susana

Longe vão os tempos em que assistir ao festival da canção e posteriormente ao da Eurovisão era um evento nacional, o país parava e igual a isso só mesmo o campeonato de futebol. Lembro-me de ficar colada à televisão, assistir a cada actuação e depois roer as unhas durante a votação sempre com esperança que Portugal ganhasse, pode-se dizer que tivemos algumas boas pontuações, Lúcia Moniz conseguiu um honroso 6º lugar, o melhor de sempre até hoje.

Mas o festival perdeu o brilho, de ano para ano foi descendo cada vez mais, pouco ou nada vejo porque desisti e revolta-me que com tanta gente com talento e voz neste país escolhem sempre o pior que há para nos representar, ouvi hoje a canção vencedora deste ano e pensei que estava a ver uma daquelas festas populares de aldeia onde vão as bandas pimba e que até se tornam divertidas para a brincadeira mas só servem para isso mesmo, para o bailarico.

Que letra é esta?! (o Emanuel devia estar bêbado), que voz é aquela?!O QUE FOI AQUILO?!Que vergonha, não admira que as opiniões que têm de nós lá fora não sejam muitas vezes as melhores.

Que medo...

 

06
Mar14

Polícia vs policia

Susana

Como será para os policias que estão de serviço ali na assembleia estar frente aos colegas, concordarem com eles, desejar estar do outro lado mas ter que aguentar e fazer o seu trabalho? Não deve ser fácil. 

As forças da segurança  são quem nos protege, quem arrisca a vida por nós e são muitas vezes desprezados, desacreditados, gozados por um governo com as prioridades muito trocadas, estas forças de segurança perdem autoridade a cada dia que passa, prendem criminosos para horas depois os verem de volta à rua, olham o recibo de vencimento a encolher cada vez mais,quem consegue manter a calma? Eu estou com eles, o meu cunhado é  GNR e tenho muito respeito pelo trabalho dele. 

02
Mar14

Pois temos Oscares e eu tenho que dormir...not fair!

Susana
Isto é assim eu vi os filmes TODOS, todinhos, sei os nomeados de todas as categorias, argumentos, actores, realizações e afins, cinema é uma paixão e depois chega a grande noite e não posso ficar acordada a ver tudo em directo porque uma pessoa trabalha e tem que acordar cedo.
Resta-me correr para a net assim que acordar para saber quem serão os grandes vencedores da noite mais importante da industria do cinema...not fair, not fair at all...
02
Mar14

Da Rússia sem amor

Susana
Anda-me a dar a volta ao estômago esta historia da Rússia ter metido na "cabeça" que chegou a altura de tirar a ferrugem às armas e armar confusão com a Ucrânia, já se deviam estar a sentir frustrados com a vidinha e agora viram aqui uma oportunidade de matar o tédio.
Já não bastava andar perseguir homossexuais agora bora la ali ao lado matar uns quantos Ucranianos, sinceramente não se entende como podem existir países com a mentalidade da Rússia, respeito o seu povo não respeito o seu governo...tristeza!

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me por aqui

Goodreads

Blogs de Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

  •  
  • Facebook

    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D